quarta-feira, setembro 15

VÁRIAS DE MIM

Sou assim
Duas de mim
Às vezes três
Quatro... cinco... seis
Sou uma por mês
Me diversifico
Tem horas que grito
Vivo num conflito
Mostro ao mundo minha dor
Outras horas, só sei falar de amor
A mais romântica
Melodramática
Estática
Chorosa e nervosa
Carente e decadente
Vingativa e inconsequente
Aí quando menos me percebo
Me transformo em mulher cheia de medo
Cheia de reservas
Coberta de subtilezas
Séria e sem defesa
No minuto seguinte
Rasgo meus segredos ao meio
E exponho num roteiro
De poesia ou texto
Agrido, inflamo
Conto o que ninguém tem coragem de contar
Explico detalhes que é bom nem lembrar
Sou assim
Várias de mim
Sorriso por fora
Angústia toda hora
Por dentro um tormento
No rosto nenhum sofrimento
Melhor nem me conhecer
Fique com minhas letras
Com as minhas palavras
Na vida real sou bem mais complicada
Sou mil
E quem tentou, descobriu
Que viver ao meu lado
É viver dentro de um campo minado
Prestes a explodir
Mas quem esteve nele
Nunca quis fugir
Silvana Duboc

8 comentários:

  1. Anónimo10:37

    Bom Dia
    Gostei do poema,muito descritivo.

    PENSAMENTOS DE OUTONO

    Hoje o dia acordou muito triste, se calhar ainda vai chorar.
    O Outono está a aproximar-se de mansinho,com a sua natural beleza.
    Eu já estou no Outono,também já passei pela Primavera e Verão,é o ciclo da vida.
    Felizes aqueles que passam pelas quatro estações,a mim falta-me uma o Inverno,mas estou a preparar-me para isso,venha ele!
    Estas palavras parecem um pouco melancólicas, são efeito
    da atmosfera que me rodeia,este Outono que teima em entrar,de mansinho vai chegar.
    Para ti especialmente um dia cheio de SOL.
    BJHS
    FELIS

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Felis
    Pensamentos melancolicos mas é a realidade.
    Aqui o dia também está mesmo de Outono,já caiu uns pinguinhos,mas está fresquinho e sabe bem,vou aproveitar e passar a ferro.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Bom dia
    hoje tb estou assim melancólica deve de ser do tempo

    tem um bom dia
    beijinhos
    ..

    ResponderEliminar
  4. Bom Dia Natália

    Temos que aproveitar o lado bom, está fresquinho.
    Um bom dia para ti a passar a ferro , lol...


    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Bommm dia pardner!
    Um belo texto,descreve bem como somos todos.
    Espero que tenha um dia bem passado,msmo que seja passando roupas...aproveita e passe as minhas tambem!
    beijins e que Deus te abençoe!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo13:05

    Se quiseres mais roupa para passar, é só ligares...
    Beijocas, amiga, também estou contente com este fresquinho e os pingos de chuva que deixam o ar a cheirar a terra molhada... Mais um Outono que se aproxima, e eu a vê-lo! Houve dias em que julguei que não chegava até aqui.
    TP

    ResponderEliminar
  7. TP
    Acho que todas em algum momento pensamos isso.
    Mas estamos cá!
    Rijas e duras de roer,não vamos abaixo assim sem mais nem menos.
    Beijinhos.

    Beijinhos para todas.
    Já passei a roupa toda eheheh "quase toda"
    Agora vou buscar o Rafael á escola,foi hoje o 1º dia.

    ResponderEliminar
  8. Natália, estou me sentindo como esse poema, ora sou uma, ora sou outra, ainda não me encontrei depois de tanta luta. Estou no fim da radio. Fica com Deus e tudo de bom para vc! Bjsssssssssss

    ResponderEliminar

Amo quem chega trazendo Carinho, Sorrisos, Alegria e Paz para a nossa Vida.