quinta-feira, outubro 7

A carteira do meu Avô.

Olá
Todos sabem que sou uma avó "babada"
Mas também tive uns avós muito "babados "por mim .
Fiquei sempre com os  meus Avós paternos até aos dez anos,altura em que os meus pais sairam da terra em que nasci. Os meus Avós tiveram sete filhos,e 12 netos ,eu fui a única neta,fui a menina da familia.
                             A carteira do meu avô.

Sempre conheci o meu Avô com esta carteira
Gostava muito dela  e pedia  muita vez ao meu Avô para brincar com ela e já depois de crescida dizia-lhe sempre na brincadeira ...Avô tem que me dar a sua carteira,ele ria-se e dizia...
">Um dia o Avô dá.
No dia que o meu avô faleceu,cheguei lá de manhã muito cedo,a minha Avó estava deitada,fui á cama dar-lhe um beijinho,ela beijou-me e a seguir meteu a mão debaixo da almofada tirou a carteira e disse-me...o teu Avô sempre  disse que um dia te dava a carteira e sempre me  disse para eu nunca me esquecer de te a dar ....Toma ...está aqui.
">Já passaram 35 anos.

Tenho-a guardada num lugar especial,na minha casa e no meu coração.
Beijinhos daqui até ao Céu .
Tenho tantas saudades

21 comentários:

  1. História muito bonira e de arrepiar há coisas que nós guardamos para sempr no coração e por mais que os anos passem nunca se esquecem...
    um bom dia para ti
    beijinhos
    ..

    ResponderEliminar
  2. É verdade Maguie
    Tenho muitas recordações dos meus Avós.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. angelina13:25

    Linda recordação
    eu infelizmente não conheçi os meus
    mas gostava de ter recordações assim.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Anónimo13:46

    Ó Natália,eu ando uma chorona,pois de ler as tuas palavras os olhos encheram-se-me de lágrimas.
    deu-me uma emoção,é que visualizei o momento em que tu deste o beijo á tua avó,e ela te deu a carteira.Afinal não escreves assim tão mal.
    bjhs
    felis

    ResponderEliminar
  5. Foste mesmo uma sortuda! E tens uma rica recordação!

    Não é de admirar que, com os valores com que foste educada também tu estejas a passá-los ao netito! Aproveita bem pois, como sabes bem, ele nunca se irá esquecer da vovó!!
    Há coisas hiper importantes que, felizmente passam de geração em geração!

    Bjs

    ResponderEliminar
  6. És mesmo sortuda... Os meus avós todos morreram antes de eu nascer... :o(

    ResponderEliminar
  7. Olá Felis

    Obrigado
    Também eu chorei ao escrever isto,visualizo muitas vezes este momento,tenho-o bem gravado,nunca pensei que quando o meu me dizia que me dava a carteira isso fosse acontecer,mas Ele sabia porque me dizia aquilo.

    Tenho mais recordações dos meus Avós e Bisavós que guardo com muito carinho.

    Tenho o relógio de parede da minha Bisavó,passou para a minha Avó e quando a minha Avó faleceu passou para mim,está na minha parede do Hall de entrada,e trabalha sempre certinho,bate as horas e as meias horas,também tenho uma toalha de mesa do enxoval da minha Bisavó bordada por ela,já está muito velhinha,mas está guardada com todo o carinho.

    Beijinhos

    Hoje deu-me para isto.
    Mas!
    Recordar é Viver.

    ResponderEliminar
  8. Isalenca

    O meu maior desejo é que o meu neto tenha de mim e do meu marido as doces recordações que eu tenho dos meus Avós.

    Nela e Angelina ainda conheci o meu Bisavô materno e os meus Avós,a minha Avó materna faleceu à 9 anos.

    Beijinhos Para todas.

    ResponderEliminar
  9. Ô Padrinha...buei agora ao ler e imaginar a cena em que a tua avó lhe entregou a carteira...
    Tou como a Felis,emotiva.
    É uma bela recordação,que tem que ser muito bem guardada!

    Olha,estou em Londrina,á trabalho,é claro,eu "de mala",e mê Lúcio a trabalhare.
    Tenha um bom dia,amori.
    Deus te abençoe
    beijinsss

    Beijins Angel(minha companheira de cafezim,boltouuu,ebaaa)
    Beijins Felis e todas as meninas.
    Deus te abençõe Padrinha,e brigadim pelo café,tomei tudo!

    ResponderEliminar
  10. Nanááá,manda beijins prá Maguie e pro Tuga tbem,pois passei bergonha aqui na sala de pc do hotéli,o som da musica do blog deles saiu bem alto,áiiiiii,que vexame,os hómi todos riram de mim,corei-me de bergonha,ou amarelei,num sei.
    beijinsss

    ResponderEliminar
  11. Naná que reliquía :o) em ainda conheci as avós. A paterna faleceu tinha eu 9 anos e a materna 14 anos :o(( e só restam fotos...duma avó ainda tenho algumas de outra quase nada!
    Beijokas

    ResponderEliminar
  12. Marciaaaaaaaaaaaa
    Mas agora é só passear?
    Mulher sai do hotel e vai ver as montras,mesmo que não compres nada pelo menos vês.

    Beijinhos


    Lina
    Do meu Avô só tenho esta foto que está na carteira.
    Dos outros avós tenho algumas,mas poucas.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Licencinha Natália lollll

    hehehe beijinssssss Márciaa aproveita o Hoteliiii e faz como a Natália disse sair e ver as lojas diversão

    beijinssss
    ..

    ResponderEliminar
  14. Oi amiga até me emocionei ao ler as tuas palavras, também tenho muitas saudades dos meus avós maternos foi com eles que eu convivi mais, todos so dias me lembro deles tal como tu também tenho muitas recordações, beijo grande amiga

    ResponderEliminar
  15. Tão bonita a tua história, amiga. Eu sei bem o que é ter avós connosco. Como já te disse, as minhas avós ainda são vivas e recomendam-se, eles foram há um ano. Já eu, não vai ser fácil chegar a ser avó, mas não se pode ter tudo...
    Beijocas, amiga,
    TP

    E já agora, se pudesses aprender a pôr fotos nos posts, seria mesmo interessante LOL

    ResponderEliminar
  16. Que história comovente. Eu dos avôs não tenho nada, até porque só conheci um. E da avó que conheci os meus filhos já me partiram algumas relíquias, o que me levou às lágrimas. Pouco resta de material, mas quando ela se foi eu já tinha 21 anos, pelo que a tenho bem presente no coração.

    Uma carteirinha já com "aérios", heim? LOL Sortuda

    Beijocas

    ResponderEliminar
  17. Teresa
    O que é que têm as fotos?

    Claro que vais ser Avó,e uma avó babada.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  19. Olá Guida

    O meu avô faleceu tinha eu 18 anos,os outros já conheceram os meus filhos.

    20 escudos e 5 tostões que estão ainda dentro da carteira.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Ô Belhaaaa,eu ando tão grudada feito emplastro em voces,que mal cheguei ao hotel,o Lúcio foi tirando as bagagens,e ,eu fui direto na sala de pc,para falar com voces...lolll.
    E ainda passei muita bergonha ao entrar no blog da Maguie e do Tuga,que tem musica bem alta,todos os homi que tavam na sala riram,eu desliguei rapidim,pedí desculpas e fui pro quarto.Mas já dei minhas voltas,num shopping,comprei calcinhas,iguais da maguie...ehehe
    muitos beijins da laureadora outra!

    MAGUIE,biste,eu saí,sim,e comprei 3 fio dentáli...lollll!
    beijinsss

    ResponderEliminar
  21. EU não digo que ando sensivel? Li isto e fiquei logo com lagrimazitas nos olhos. Ai as minhas hormonas! hehe

    Quem me dera ter recordações assim dos meus avós. Avôs já nao tenho nenhum e as avós nunca me ligaram nenhuma. Em compensação tenho a avó do meu marido que apesar de ter tantos netos e cunhadas pergunta sempre por mim e me telefona. E anda sempre preocupada comigo. É tão querida!

    E tenho uma pena imensa do avô do Rui ter falecido porque eu sentia o amor que ele tinha por ele quando estavam juntos. Quando dissemos que iamos casar recebemos uma msg da tia do rui a dizer "O teu avô ficou tao contente que até chorou e adorava ser teu padrinho". Convidamos-o logo. Isto foi num mês de Outubro, infelizmente em Dezembro subitamente descobriu-se que tinha cancro do pulmão e morreu em menos de um mês. Foi tão triste.

    Ficam as recordações!

    ResponderEliminar

Amo quem chega trazendo Carinho, Sorrisos, Alegria e Paz para a nossa Vida.