quinta-feira, novembro 4



Arroz, feijão, bife, ovo. Isso nós temos no prato, é a fonte de energia que nos faz levantar de manhã e sair para trabalhar. Nossa meta primeira é a sobrevivência do corpo. Mas como anda a dieta da alma?

Outro dia, no meio da tarde, senti uma fome me revirando por dentro. Uma fome que me deixou melancólica. Me dei conta de que estava indo pouco ao cinema, conversando pouco com as pessoas, e senti uma abstinência de viajar que me deixou até meio tonta. Minha geladeira, afortunadamente, está cheia, e ando até um pouco acima do meu peso ideal, mas me senti desnutrida. Você já se sentiu assim também, precisando se alimentar?

Revista, jornal, internet, isso tudo nos informa, nos situa no mundo, mas não sacia. A informação entra dentro da casa da gente em doses cavalares e nos encontra passivos, a gente apenas seleciona o que nos interessa e despreza o resto, e nem levantamos da cadeira neste processo. Para alimentar a alma, é obrigatório sair de casa. Sair à caça. Perseguir.

Se não há silêncio a sua volta, cace o silêncio onde ele se esconde, pegue uma estradinha de terra batida, visite um sítio, uma cachoeira, ou vá para a beira da praia, o litoral é bonito nesta época, tem uma luz diferente, o mar parece maior, há menos gente.

Cace o afeto, procure quem você gosta de verdade, tire férias de rancores e mágoas, abrace forte, sorria, permita que lhe cacem também.

Cace a liberdade que anda tão rara, liberdade de pensamento, de atitudes, vá ao encontro de tudo que não tem regras, patrulha, horários. Cace o amanhã, o novo, o que ainda não foi contaminado por críticas, modismos, conceitos, vá atrás do que é surpreendente, o que se expande na sua frente, o que lhe provoca prazer de olhar, sentir, sorver. Entre numa galeria de arte. Vá assistir a um filme de um diretor que não conhece. Olhe para sua cidade com olhos de estrangeiro, como se você fosse um turista. Abra portas. E páginas.

Arroz, feijão, bife, ovo. Isso me mantém de pé, mas não acaba com meu cansaço diante de uma vida que, se eu me descuido, torna-se repetitiva, monótona, entediante. Mas nada de descuido. Vou me entupir de calorias na alma. Há fartas sugestões no cardápio. Quero engordar no lugar certo. O ritmo dos dias é tão intenso que às vezes a gente esquece de se alimentar direito.

14 comentários:

  1. ihihihi...Padrinhaaaaaaaa,tá me gozando????
    Esse é o nosso cardápio quase diário,além de umas saladas variadas.
    Mas agora,á sério,temos que alimentar nossa alma,fazer o que nos faz sentir bem,minha vida é bem monótona,e cheia de gente para cuidar,cozinhar...por isso o meu Lúcio me leva de vez em quando para viajar,para descansar,distrair,respirar outros ares.
    Se não cuidarmos de nós mesmos,quem cuidará?Por isso,temos que ter o "nosso tempo",prá fazer o que nos faz bem!
    beijinsss

    ResponderEliminar
  2. Pois é Marcia
    Quando estava a ler a mensagem pensei em ti....
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. heheh esse cardápio da Márcia eu tb gosto de vez em quando
    beijinhos
    ..

    ResponderEliminar
  4. Eu também gosto! Hummm.... temos de ir jantar a casa da Márcia. Dá licença, japonesinha amiga??
    Beijinhos, Nat, beijinhos a todas.
    TP

    ResponderEliminar
  5. Anónimo19:53

    TPLindonaaaa,pode vir amiga,mas olha,me avisa antes,pois o bife só há no começo do mês,e aos domingos...
    beijins!

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Viva, vou jantar a casa da Márcia!!
    Obrigada, amiga!!

    ResponderEliminar
  8. Olá querida Natália,
    Gosto das calorias do chocolate, das calorias da fruta, das calorias dos docinhos Portugueses...
    Mas as calorias da alma parecem-me muito, muito bem...
    Um beijinho enorme cheio de calorias...mas da alma! ;)

    ResponderEliminar
  9. Por isso ha pessoas que quando têm problemas emocionais se empaturram de comida...

    E a comidinha da alma tem reflexos no nosso físico: a pele melhora, o brilho do olhar, tudo....

    ResponderEliminar
  10. Olá querida Natália... prazer ter sempre sua visitinha e mais ainda pelos recadinhos... afff, fiquei mto feliz... pegue o meu selinho de 16 mil visitinhas, vc faz parte desta conquista... ofereço de coraçãom, viu?
    Deus abençoe! Beijinhossss

    ResponderEliminar
  11. Obrigado Cris
    já fui buscar o selinho.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  12. angelina09:56

    bom dia Estrelinha
    poça lol eu aqui so ouço falar em dietas operaçoes ao estomago para comerem menos. e tu falas de coisas tão boas que fazem bem à alma e ao coração
    Màrçia minha querida eu tambem me faço convidada tà bem?
    beijinhos a todas e um feliz dia

    ResponderEliminar
  13. Bommmm dia,Padrinha!
    Espero que já esteja melhóri do Atchimmmm,Naná!
    Ài,ái...hoje a comidinha vai ser esta de nobo...mas domingo terá bife!
    Tenha um bom dia,e melhoras do atchim!
    beijinss
    Deus te abençoe!

    ANGELLL,é claro que está cumbidada,semmpre!
    Vou aumentar a água do feijão,pois acho que a TPLindona come muito,e preparar um sumo de cebola...eca,para ela!
    beijinsss

    Beijins á todas(os)

    ResponderEliminar
  14. Texto extraordinário, Natália. Senti tudo como se fosse para mim, pois tenho tido muita dificuldade em vencer a inércia e passo o tempo em casa, a definhar de fome e sem alimentar a alma...

    Obrigada pelo aviso. Sempre na hora certa, padrinha!

    P.S. O "Mamas à Lupa" tem uma distinção para ti. Vai lá buscá-la.

    ResponderEliminar

Amo quem chega trazendo Carinho, Sorrisos, Alegria e Paz para a nossa Vida.