quinta-feira, novembro 10

Pai.
São duas da manhã e eu não consigo dormir.
Todos os dias me lembro de ti e falo contigo...tenho tantas saudades.
Mas hoje elas apertam mais,faz hoje 13 anos que partiste,mas estás sempre presente no meu pensamento e no meu coração.
Gostava tanto que estivesses aqui Pai,hoje fui visitar o teu menino,aquele menino que tu levavas para todo o lado,aquele menino que tu todas as sextas feiras à tarde vinhas buscar aqui a casa e levavas ao colo com o saco das fraldas,o biberon e o papelinho onde eu escrevia como devias preparar o leitinho para ele beber,no domingo à tarde lá ia eu busca-lo,sempre o deixei passar o fim de semana na tua casa,sabia que era uma alegria para ti e para a mãe.
Pai hoje ao olhar para o teu menino que já tem 35 anos e já tem dois filhos lindos,o Rafael todo reguila e a Leonor uma bonequinha, vieram-me as lagrimas aos olhos,como tu ias gostar de estar com os teus dois bisnetos.
Pai não tiveste uma vida fácil,sofreste muito,tiveste uma doença terrivel,acompanhei-te durante 12 anos em todas as consultas ,cirurgias e tratamentos no IPO,nunca....mas nunca te ouvi queixar,lembro-me bem pai de já te custar a andar ,eu tentar ajudar-te e tu dizeres,deixa filha fui eu que tropecei,estou bem.lembro-me de já estares acamado e eu sentir que te custava a respirar,tu olhavas para mim sorrias e dizias,estou só um bocadinho cansado,eu tinha que sair um bocadinho porque ficava aflita de te ver assim,não conseguia perceber onde ias arranjar tanta coragem e tanta força.
Hoje sei que é possivel...aprendi contigo Pai que para não fazermos sofrer os nossos filhos temos que arranjar forças nem sei onde!!!
Pai todas as noites vou á varanda mandar um beijinho aquela estrelinha que está sempre a brilhar para mim e acredito que és tu,mesmo quando não te vejo mando o beijinho na mesma eu sei que estás lá sempre a olhar por mim.

SAUDADES PAI!
Beijinhos daqui até ao CÉU.

Não sei se não me vou arrepender de estar a escrever isto no computador,mas foi a maneira que encontrei numa noite triste e de insónia de poder desabafar.

11 comentários:

  1. Natalia!
    Tudo o que é feito com o coração não nos faz arrepender, pois é feito com o amor!
    Tenho certeza que seu pai esteve do seu lado enqto escrevia essa carta, e que talvez tenha estado tbm em todo seu tratamento nas vezes em que possa ter pensado em dessistir. Não é fácil perder quem amamos, principalmente quem não passou a toa por essa vida, mas ele plantou sementes lindas que foram regadas e derem os frutos lindos que está se mutiplicando em sua familia.
    Fique em paz amiga, ele está no melhor lugar do mundo, junto da pessoa mais especial, olhando por vc!
    Com carinho!!!

    ResponderEliminar
  2. Natália,

    fez com que me viessem as lágrimas aos olhos.

    O senhor seu Pai estará num sítio bom e, tenho a certeza, a olhar por si e pelos seus.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Beijinhos Natália
    ..

    ResponderEliminar
  4. Natália

    Senti profundamente este seu texto, uma espécie de "carta ao seu Pai".

    Já parou, por um momento, para pensar "onde estará" ele?
    Sinta-o. "Converse com ele".

    Quem se ama nunca parte. Muda de local.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Beijinhos minha Estrelinha querida
    e outro beijinho para as estrelinhas que brilham la em cima

    ResponderEliminar
  6. Beijinhos Natália.
    Fez-me lembrar uma outra historia bem real.
    Não se arrependa de expôr o que sente.

    ResponderEliminar
  7. Natália
    como eu te entendo,nos dias de maior tristeza, nos de maior alegria, estão sempre presentes no nosso coração, mas a vida é e será sempre assim: beijinhos

    ResponderEliminar
  8. como eu te entendo amiga o meu já partiu à 20 anos e as saudades são muitas, sei o que sentes coragem amanhã será melhor bjs grandes

    ResponderEliminar
  9. até que enfim consegui comentar no teu blog já algum tempo que não conseguia

    ResponderEliminar

Amo quem chega trazendo Carinho, Sorrisos, Alegria e Paz para a nossa Vida.