quinta-feira, abril 28

Um dia aprendi.



Aprendi que, por pior que seja um problema
ou uma situação, sempre existe uma saída.

Aprendi que é bobagem fugir das dificuldades.
Mais cedo ou mais tarde,
será preciso tirar as pedras
do caminho para conseguir avançar.

Aprendi que, perdemos tempo nos
preocupando com fatos que
muitas vezes só existem na nossa mente.

Aprendi que, é necessário um dia de chuva,
para darmos valor ao Sol.
Mas se ficarmos expostos muito tempo, o Sol queima.

Aprendi que , heróis não são aqueles
que realizaram obras notáveis.
Mas os que fizeram o que foi necessário ,
assumiram as consequências dos seus atos.

Aprendi que, não vale a pena se tornar
indiferente ao mundo e às pessoas.
Vale menos a pena, ainda,
fazer coisas para conquistar migalhas de atenção.

Aprendi que, não importa em quantos pedaços
meu coração já foi partido.
O mundo nunca parou para que eu pudesse consertá-lo.

Aprendi que, ao invés de ficar esperando
alguém me trazer flores,
é melhor plantar um jardim.

Aprendi que, amar não significa transferir aos outros
a responsabilidade de me fazer feliz.
Cabe a mim a tarefa de apostar nos meus talentos
e realizar os meus sonhos.

Aprendi que, o que faz diferença
não é o que tenho na vida, mas QUEM eu tenho.
E que, boa família são os amigos que escolhi.

Aprendi que, as pessoas mais queridas
podem às vezes me ferir.
E talvez não me amem tanto quanto eu gostaria,
o que não significa que não me amem muito,
talvez seja o Maximo que conseguem.
Isso é o mais importante.

Aprendi que, toda mudança inicia um ciclo de construção,
se você não esquecer de deixar a porta aberta.

Aprendi que o tempo é muito precioso e não volta atrás.
Por isso, não vale a pena resgatar o passado.
O que vale a pena e construir o futuro.
O meu futuro ainda está por vir.

Foi então que aprendi que devemos descruzar os braços
e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos.

Caroline Rayel

quarta-feira, abril 27

Arriscar é Viver.


Rir é arriscar-se a parecer louco.

Chorar é arriscar-se a parecer sentimental.

Estender a mão para o outro é arriscar-se a se envolver.

Expor seus sentimentos é arriscar-se a expor seu eu verdadeiro.

Amar é arriscar-se a não ser amado.

Expor suas idéias e sonhos ao público é arriscar-se a perder.

Viver é arriscar-se a morrer...

Ter esperança é arriscar-se a sofrer decepção.

Tentar é arriscar-se a falhar.

Mas...é preciso correr riscos. Porque o maior azar da vida é não arriscar nada...

Pessoas que não arriscam, que nada fazem, nada são. Podem estar evitando o sofrimento e a tristeza. Mas assim não podem aprender, sentir, crescer, mudar, amar, viver...

Acorrentadas às suas atitudes, são escravas; Abrem mão de sua liberdade.

Só a pessoa que se arrisca é livre...

"Arriscar-se é perder o pé por algum tempo.

Não se arriscar é perder a vida..."


"Kierkegaard"

sábado, abril 23


Porque hoje é domingo de Páscoa, e a Páscoa é tempo de VOAR MAIS ALTO ao encontro dos outros.
Deixo-vos aqui esta mensagem.

Os Pássaros Solitários
Ao lado de um imenso muro de pedra, um pássaro voava sozinho, como sempre, pensando na sua eterna solidão.
Do outro lado do mesmo muro voava outro pássaro, lamentando o seu interminável isolamento.
Do alto de uma nuvem, bem acima de qualquer muro, dois anjos observavam a cena.
Um dos anjos comentou:
- Olha que maravilha! Que sincronismo de voo! Isto é o verdadeiro amor.
O outro anjo questionou:
- Será que eles nunca se vão encontrar?
O primeiro anjo respondeu:
- É claro que vão. Olha, lá adiante, o fim do muro. Todo o muro tem um fim.
E completou:
- É verdade! Mas se eles arriscassem voar mais alto, acima do muro, poderiam encontrar-se hoje mesmo.

Nesta Páscoa, para todos vós votos de bons voos.

Beijinhos.

sexta-feira, abril 22

http://glaucianunes43.files.wordpress.com/2011/03/famliaetempo.jpg

O Paradoxo do Nosso Tempo 



Nós bebemos demais, fumamos demais, gastamos sem critérios, dirigimos rápido demais, ficamos acordados até muito mais tarde, acordamos muito cansados, lemos muito pouco, assistimos TV demais e rezamos raramente.

Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores. Nós falamos demais, amamos raramente, odiamos freqüentemente. Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos.

Fomos e voltamos à Lua, mas temos dificuldade em cruzar a rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.

Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.

Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito; escrevemos mais, mas aprendemos menos; planejamos mais, mas realizamos menos.

Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.

Construímos mais computadores para armazenar mais informação, produzir mais cópias do que nunca, mas nos comunicamos menos.

Estamos na era do 'fast-food' e da digestão lenta; do homem grande de caráter pequeno; lucros acentuados e relações vazias.

Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados.

Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis, das rapidinhas, dos cérebros ocos e das pílulas "mágicas".

Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.

Uma era que leva essa carta a você, e uma era que te permite dividir essa reflexão ou simplesmente clicar 'delete'.



Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão por aqui para sempre. Por isso, valorize o que você tem e as pessoas que estão ao seu lado.
George Carlin
O que aconteceu na Sexta- Feira da Paixão
mensagens mágica para Myspace 
A sexta-feira de Paixão ou sexta-feira Santa é o dia cristão que marca o julgamento, condenação, martírio, morte e sepultamento de Jesus Cristo.
É na sexta-feira da paixão que Cristo percorre a Via Sacra que também é conhecida por muitos como Via Dolorosa.
Ele carrega sua cruz até o Gólgota, onde é crucificado.

Depois de morto, seu corpo é descido da cruz e sepultado em uma gruta lacrada por uma grande pedra. Segundo a tradição cristã, a morte de Jesus é qualificada como Paixão, metaforicamente um ato de amor e de entrega. O silêncio, o jejum com base na abstinência de carne e a oração marcam este dia.

Desta forma segundo a tradição cristã na sexta-feira santa não se deve consumir carne vermelha. O tradicional é o consumo de peixe.

quinta-feira, abril 21

A Lenda do folar da Páscoa

Reza a lenda que, numa aldeia portuguesa, habitava uma rapariga chamada Mariana, cujo único desejo e objectivo na vida era casar cedo. 
Mariana rezava todos os dias a Santa Catarina e de tanto rezar, o seu desejo acabou por se realizar.
Um certo dia, surgiram-lhe dois pretendentes: um fidalgo rico e um lavrador pobre, ambos jovens e muito bonitos.
Perante uma grande indecisão, Mariana voltou a rezar a Santa Catarina, pedindo-lhe ajuda para tomar a decisão acertada.
Enquanto estava concentrada na sua oração, o lavrador pobre, chamado Amaro, bateu-lhe à porta e pediu-lhe uma resposta, marcando como data limite o Domingo de Ramos. 
Nesse mesmo dia, umas horas depois, apareceu o fidalgo e pediu-lhe também uma resposta. Mariana ficou sem saber o que fazer!
Chegado o Domingo de Ramos, uma vizinha, muito aflita, foi a casa da Mariana avisá-la de que tinha visto o fidalgo e o lavrador numa luta de morte, no meio da rua. 
Mariana correu até ao lugar onde os dois se defrontavam e, ao pedir ajuda a Santa Catarina, Mariana soltou o nome de Amaro, o lavrador pobre.
Na véspera de Domingo de Páscoa, Mariana andava atormentada, pois tinha ouvido dizer que o fidalgo ia aparecer no dia do seu casamento para matar Amaro.
Mariana voltou a pedir ajuda a Santa Catarina e a imagem da Santa apareceu-lhe, a sorrir. 
No dia seguinte, Mariana foi pôr flores no altar de Santa Catarina e, ao chegar a casa, viu um grande bolo com ovos inteiros, rodeado das flores que Mariana tinha posto no altar, em cima da mesa. 
Correu até casa de Amaro e para seu espanto, também este tinha recebido um bolo semelhante. 
Pensando ter sido ideia do fidalgo, resolveram ir agradecer-lhe.
Mas também este tinha recebido o mesmo bolo.
Mariana teve a certeza de que tudo aquilo tinha sido obra de Santa Catarina.
Inicialmente chamado de folore, o bolo passou a ser conhecido como folar e tornou-se numa tradição que celebra a amizade e a reconciliação.
É por isso que, nos dias de hoje, os afilhados levam um ramo de flores às madrinhas de baptismo e estas, no Domingo de Páscoa, oferecem-lhes, em retribuição, um folar.   

quarta-feira, abril 20

A Páscoa

A Páscoa significa
Que Jesus o salvador
Depois de seu sofrimento
Em lugar do pecador
Vence no terceiro dia
A morte e a tirania.
Ressuscita por amor.

A Páscoa significa
Mudança, renascimento.
Agregar boas ações
Ao nosso comportamento.
Vida nova em Jesus Cristo.
Viver um novo momento.

Às vezes nos esquecemos
Deste significado
Envolvidos no sentido
Que nos impõe o mercado.
Muitas vezes Jesus Cristo
Nem ao menos é lembrado.

A Páscoa deve trazer
Em nós a reflexão:
Os bons ensinos de Cristo
Têm regido nossa ação?
Temos empreendido gestos
Em favor de nosso irmão?

O que a gente tem feito
Quanto aos problemas globais?
(Por exemplo, em relação
Às questões ambientais)
Como temos reagido
Diante destes sinais?

Que nesta páscoa e sempre
A nossa fonte de luz
Sejam as lições deixadas
Por Nosso Senhor Jesus
Que por amor e paixão
Morreu por nós numa cruz.

Demos então de presente:
Ovos de fraternidade;
Pombos de amor e de paz;
Coelhos de caridade;
Cordeiros de harmonia
Girassóis de humildade.


"de Manoel Messias Belizario Neto"

terça-feira, abril 19

Ser Criança


"Ser criança é acreditar que tudo é possível.

É ser inesquecivelmente feliz com muito pouco

É se tornar gigante diante de gigantescos pequenos obstáculos

Ser criança é fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles.

É conseguir perdoar muito mais fácil do que brigar.

Ser criança é ter o dia mais feliz da vida, todos os dias.

Ser criança é o que a gente nunca deveria deixar de ser."



"Gilberto dos Reis"

quinta-feira, abril 14

Parabéns Claudia e Isalenca.

PARABÉNS PRA VOCÊS, NESTA DATA QUERIDA,
MUITAS FELICIDADES, MUITOS ANOS DE VIDA.
É BIG....É BIG...É BIG ....



Beijinhos da vossa amiga...Natália.

quarta-feira, abril 13

Meu Neto.

 .

Meu querido netinho
O amor que te tenho
Não o consigo descrever
É um amor tão forte
Que meu peito, faz doer!

Ser avó, é ser mãe, duas vezes
Já diz o velho ditado
É um sentimento
Que só tendo netos
Se abre o peito, para este amor!
Fechado a cadeado

Rafael, meu primeiro neto
Que abriu meu coração
Para este amor, sem limites
E sem impôr, qualquer condição.

Os meu dias frios
Ele os aquece, com seu olhar
Meus dias,cinzentos e tristes
Seu sorriso, para me animar!

Se outros netos tiver
Colo e muito ,muito amor
Também para eles haverá
Vai é crescendo, a dor
Que futuro os esperará?

Para eles querendo, o melhor
Mas pouco,poderei fazer
Têm seu destino, traçado!
E só DEUS, os pode proteger

"autor Leo Marques "

Não consegui resistir.. eheheheh.


Extrato de um documento existente no Arquivo Distrital de Viseu, anexo ao Museu Grão Vasco.
Este documento, que é autentico, respeita a um atestado passado por uma parteira de Coira - localidade nos arredores de Viseu - a favor de uma rapariga residente naquela povoação que por ter sido vitima de uma difamação e pretendendo casar, recorreu à parteira da terra - na falta de médico - a fim de a mesma, após previa observação, poder atestar o seu estado de virgindade e assim reabilitar o seu nome.
O referido documento está redigido nos seguintes termos:


“ Eu Bárbara Emília, parteira que sou de Coira, atesto e certufico pela minha onra que Maria de Jesus tem as partes fudengas tal qual como nasceu, insceto umas pequenas noidas negras junto dos montes da crica que a não serem de nascença, serão purvenientes de marradas de piça. “

terça-feira, abril 12

Eu quero um medico assim.

Dr. Paulo Ubiratan, de Porto Alegre, RS, em entrevista a uma TV local, foi questionado sobre vários conselhos que sempre nos são dados…

http://timaria.temkadisto.com/wp-content/uploads/2010/03/medico.jpg
Pergunta: Exercícios cardiovasculares prolongam a vida, é verdade?

Resposta: O seu coração foi feito para bater por uma quantidade de vezes e só… não desperdice essas batidas em exercícios. Tudo gasta-se eventualmente. Acelerar seu coração não vai fazer você viver mais: isso é como dizer que você pode prolongar a vida do seu carro dirigindo mais depressa. Quer viver mais? Tire uma soneca !!!

P: Devo cortar a carne vermelha e comer mais frutas e vegetais?

R: Você precisa entender a logística da eficiência… .O que a vaca come? Feno e milho. O que é isso? Vegetal. Então um bife nada mais é do que um mecanismo eficiente de colocar vegetais no seu sistema. Precisa de grãos? Coma frango.

P: Devo reduzir o consumo de álcool?

R: De jeito nenhum. Vinho é feito de fruta. Brandy é um vinho destilado, o que significa que, eles tiram a água da fruta de modo que vc tire maior proveito dela. Cerveja também é feita de grãos. Pode entornar!

P: Quais são as vantagens de um programa regular de exercícios?

R: Minha filosofia é: Se não tem dor…tá bom!

P: Frituras são prejudiciais?

R: VOCÊ NÃO ESTÁ ME ESCUTANDO!!! …. Hoje em dia a comida é frita em óleo vegetal. Na verdade ficam impregnadas de óleo vegetal. Como pode mais vegetal ser prejudicial para você?

P: Flexões ajudam a reduzir a gordura?

R: Absolutamente não! Exercitar um músculo faz apenas com que ele aumente de tamanho.

P: Chocolate faz mal?

R: Tá maluco? !!!! Cacau!!!! Outro vegetal!! É uma comida boa pra se ficar feliz !!!

E lembre-se: A vida não deve ser uma viagem para o túmulo, com a intenção de chegar lá são e salvo, com um corpo atraente e bem preservado. Melhor enfiar o pé na jaca – Cerveja em uma mão – tira gosto na outra – muito sexo e um corpo completamente gasto, totalmente usado, gritando: VALEU !!! QUE VIAGEM!!!

P S.: SE CAMINHAR FOSSE SAUDÁVEL O CARTEIRO SERIA IMORTAL…!
BALEIA NADA O DIA INTEIRO, SÓ COME PEIXE, SÓ BEBE ÁGUA E É GORDA….!
LEMBRANDO:
COELHO CORRE, PULA E VIVE 15 ANOS, TARTARUGA NÃO CORRE NÃO FAZ NADA E VIVE 450 ANOS

segunda-feira, abril 11

Está provado que se cada português consumir 100 EUR de produtos nacionais por mês a economia cresce acima de todas as estimativas e ainda cria 1 posto de trabalho!
Ponham a mensagem a circular, nem que seja a uma só pessoa, desde que circule. Por favor, quando for ao supermercado, dê preferência aos produtos de fabrico Português. 

Se não sabe quais são, verifique sempre o CÓDIGO DE BARRAS:

TODOS OS PRODUTOS PORTUGUESES COMEÇAM POR "560" NO CÓDIGO DE BARRAS
Sempre que possível, prefira os produtos  560  «Made in Portugal».

Selo Stylish Blogger Award!!

Recebi este selo da amiga Ana Camões do blog.
A vida não é fácil..
Da Amiga Eliane do blog...
Compartilhar.com .
       
Da amiga Ana Lourenço do blog...
Blog da Aninha
e da amiga Denise do blog...
http://denisedimerbordignon.blogspot.com/
Obrigado Amigas.

Beijinhos.

Ao receber este selo tinha que passar a 15 outros blogues,mas como quase todas as minhas amigas já têm o selo,é dificil estar a escolher por isso desculpem ,mas não vou passar a ninguém.

Agora tenho que dizer 7 coisas sobre mim .
1... Sou muito resmungona .
2... Tenho muitos medos. 
3...  Gostava de ter outro feitio,gostava de conseguir desabafar,gostava de gritar para todo o mundo o que me vai na alma e o que me faz sofrer...gostava que  todos pudessem saber a mulher que sou.
4... Não gosto de gente que hoje se diz amiga e amanhã nem se lembra que existimos,para mim a amizade é muito importante em todos os momentos da vida e não só quando precisam.
5...Não gosto de cozinhar ...
6...não gosto de  novelas.
7...Pelo bem estar da minha familia faço tudo.
.

Mais um encontro.

Mais um fim de semana e mais um almoço com amigas Guerreiras.

Agora parece que não faço outra coisa.
Mas eu sou assim,gosto de conviver e gosto muito de rever as amigas que conheci e com quem partilhei muitas coisas boas e menos boas dentro do hospital e do serviço de oncologia,foram tempos muito duros que passamos juntas,criam-se laços muito fortes,mas passado os tratamentos cada uma segue a sua vida e é dificil encontrarmos-nos,estes encontros são a melhor maneira de nos vermos e matar as saudades.
Acho que o termos enfrentado um cancro,"no meu caso dois"nos faz pessoas diferentes,mais sensiveis,a dar mais valor á amizade,mais valor á vida e aproveitar todos os momentos que antes da doença nem ligavamos muito.

Este domingo foi o almoço do 4º aniversario da associação que faço parte...a AMPM.
AMPM - Associação de Mulheres com Patologia Mamária do Barreiro.
 AMPM - Associação de Mulheres com Patologia Mamária

sábado, abril 9

O Amor é Lindo.

http://i572.photobucket.com/albums/ss169/mamavonalia/hearts/143419407400cd0bedabd259ddbbdf68_we.jpg

Lindo também, é sorrir
Lindo é estar de bem com a vida!
Lindo é saber dizer na hora certa:
Muito obrigado; Deus te abençoe!
Posso ajudar ? Com licença! Desculpe!
Lindo é ter fé!
Lindo é ser atencioso e cortês!
Lindo é levar luz onde há escuridão!
Lindo é ajudar o próximo, sem temor!
Lindo é partilhar o que temos de melhor!
Lindo é contemplar a lua cheia, enchendo
nossos corações de sonhos!
Lindo é o espetáculo do sol se pondo!
Lindo é contemplar a mansidão do mar
num dia de calmaria!
Lindo é admirar o próximo, sem ser
corroído pela inveja!
Lindo é entender que a felicidade existe
dentro de nós e não no bazar da esquina!
Lindo é a família unida, que cresce, floresce
e dá frutos!
Lindo é ouvir nossa canção preferida, dos
tempos de antigamente!
Linda é a demonstração de afeto explícito,
a qualquer hora, em qualquer lugar e
circunstância!
Linda é a felicidade de um casal sonhador!
Linda é a serenidade de criança dormindo!
Lindo é o despertar da existência!
Lindo é o desabrochar da juventude!
Lindo é o vigor da mocidade!
Linda é a experiência da velhice!
Lindo é o bailado de uma borboleta
visitando as flores de um belo jardim!
Lindo é enxergar Deus em cada
demonstração de amor, de alegria, de
felicidade!
Linda é nossa amizade!


(Autoria: Rivaldo Cavalcante)
http://2.bp.blogspot.com/_hFRgZYvV9Sc/TK_wJMd4uqI/AAAAAAAAC6g/GsTPON8avx8/s1600/bom-fdesemana_Felipa.gif

sexta-feira, abril 8

Ser Transparente...

Difícil ser transparente?


 Às vezes, fico me perguntando porque é tão difícil ser transparente?
 Costumamos acreditar que ser transparente é simplesmente ser sincero, não enganar os outros.

 Mas ser transparente é muito mais do que isso.  É ter coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar do que a gente sente...

 Ser transparente é desnudar a alma, é deixar cair as máscaras, baixar as armas, destruir os imensos e grossos muros que nos empenhamos tanto para levantar...

 Ser transparente é permitir que toda a nossa doçura aflore, desabroche, transborde!

 Mas infelizmente, quase sempre, a maioria de nós decide não correr esse risco.

 Preferimos a dureza da razão à leveza que exporia toda a fragilidade humana.

 Preferimos o nó na garganta às lágrimas que brotam do mais profundo de nosso ser...

 Preferimos nos perder numa busca insana por respostas imediatas a simplesmente nos entregar e admitir que não sabemos, que temos medo!  Por mais doloroso que seja ter de construir uma máscara que nos distancia cada vez mais de quem realmente somos, preferimos assim: manter uma imagem que nos dê a sensação de proteção...

 E assim, vamos nos afogando mais e mais em falsas palavras, em falsas atitudes, em falsos sentimentos.

 Não porque sejamos pessoas mentirosas, mas apenas porque nos perdemos de nós mesmos e já não sabemos onde está nossa brandura, nosso amor mais intenso e não-contaminado.
 Com o passar dos anos, um vazio frio e escuro nos faz perceber que já não sabemos dar e nem pedir o que de mais precioso temos a compartilhar, doçura, compaixão...

 a compreensão de que todos nós sofremos, nos sentimos sós, imensamente tristes e choramos baixinho antes de dormir, num silêncio que nos remete a uma saudade desesperada de nós mesmos...

 daquilo que pulsa e grita dentro de nós, mas que não temos coragem de mostrar àqueles que mais amamos!
 Porque, infelizmente, aprendemos que é melhor revidar, descontar, agredir, acusar, criticar e julgar do que simplesmente dizer: você está me machucando...  pode parar, por favor?

 Porque aprendemos que dizer isso é ser fraco, é ser bobo, é ser menos do que o outro.

 Quando, na verdade, se agíssemos com o coração, poderíamos evitar tanta dor, tanta dor...

 Sugiro que deixemos explodir toda a nossa doçura!  Que consigamos não prender o choro, não conter a gargalhada, não esconder tanto o nosso medo, não desejar parecer tão invencível.

 Que consigamos não tentar controlar tanto, responder tanto, competir tanto que consigamos docemente viver... sentir, amar...  E que você seja não só razão, mas também coração, não só um escudo, mas também sentimento.

 Seja transparente, apesar de todo o risco que isso possa significar.

(desconheço o autor)

quinta-feira, abril 7

Haverá ainda esperança?

Por Manuel Alpalhão.
Barreiro
Haverá ainda esperança?<br>
Por Manuel Alpalhão<br>
BarreiroMais um poema inspirado do Manel...


Na canção do Zeca Afonso,
O povo é quem mais ordena.
P´ró António Gedeão
O mundo pula e avança;
Mas para nós, Portugueses,
Haverá ainda esperança?

Os maus parecem honestos
Os bons, o vento os levou
Do banquete, ficam restos
Que nenhum banco afiança
Mas para nós, Portugueses,
Haverá ainda esperança?

Já muitos nos metem medo
Da televisão aos jornais
E esta espécie de enredo
Vai minando a confiança
Mas para nós, Portugueses,
Haverá ainda esperança?

Entendidos, são aos montes
Não deram p´los mercadores
Não procuraram as fontes
Deixaram crescer a pança
Mas para nós, Portugueses,
Haverá ainda esperança?

Cantadores de Portugal
Cantai, cantai ao despique
Como o Botto genial
“…e a puta dança!”
Mas para nós, Portugueses,
Haverá ainda esperança?


E AGORA, PÁ?

 http://2.bp.blogspot.com/_g5d-AYwSmw8/TSSt68JBXDI/AAAAAAAAAtQ/JNHZt_hS8Is/s1600/public-corruption.jpg

VAMPIROS

No céu cinzento
Sob o astro mudo
Batendo as asas
Pela noite calada
Vem em bandos
Com pés veludo
Chupar o sangue
Fresco da manada

Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhes franqueia
As portas à chegada
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

A toda a parte
Chegam os vampiros
Poisam nos prédios
Poisam nas calçadas
Trazem no ventre
Despojos antigos
Mas nada os prende
Às vidas acabadas
São os mordomos
Do universo todo 

Senhores à força
Mandadores sem lei
Enchem as tulhas
Bebem vinho novo
Dançam a ronda
No pinhal do rei

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

No chão do medo
Tombam os vencidos
Ouvem-se os gritos
Na noite abafada
Jazem nos fossos
Vítimas dum credo
E não se esgota
O sangue da manada

Se alguém se engana
Com seu ar sisudo
E lhes franqueia
As portas à chegada
Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

Eles comem tudo
Eles comem tudo
Eles comem tudo
E não deixam nada

       " Zeca Afonso"

................................................

"E conseguiram mesmo comer tudo e não deixar nada" 
E agora pá?
http://3.bp.blogspot.com/_J42C1NHA0K8/THTnLFT08MI/AAAAAAAAE9U/th3u_EWbI8c/s1600/pobre-maos.jpg

quarta-feira, abril 6


Deixa cair as tuas interrogações sobre o que o amanhã te pode trazer, e considera como um lucro cada dia que o Destino te dá.

"Horácio poeta romano"

terça-feira, abril 5

O que cada um possui.

Recebi hoje esta mensagem da minha amiga Nat.

Fez-me pensar!!!
Acho que a minha Outra me conhece muito bem e está atenta a tudo o que se passa comigo.
Obrigado Amiga.
Vou tentar seguir estes conselhos,talvez seja um pouco dificil...sou impulsiva desde que me conheço,sou resmungona,"fervo em pouca água como se costuma dizer".
Mas quem me conhece bem sabe que eu até não sou má pessoa.
Beijinhos.
                                    O que cada um possui.

Um rico resolve presentear um pobre por seu aniversário e ironicamente manda preparar uma bandeja cheia de lixo e sujeiras. Na presença de todos, manda entregar o presente, que é recebido com alegria pelo aniversariante, que gentilmente agradece e pede que lhe aguarde um instante, pois
gostaria de poder retribuir a gentileza.
Joga fora o lixo, lava e desinfeta a bandeja, enche-a de flores, e devolve-a com um cartão, onde está a frase:

"A gente dá o que tem de melhor ."

Não perca sua serenidade. A raiva faz mal à saúde, o rancor estraga o fígado, a mágoa envenena o coração.

Domine suas reações emotivas. Seja dono de si mesmo. Não jogue lenha no fogo de seu aborrecimento.

Esqueça e passe adiante, para não perder sua serenidade. Não perca sua calma. Pense, antes de falar, e não ceda à sua impulsividade.


Guardar ressentimentos é como tomar veneno e esperar que outra pessoa morra."
Feliz terça feira.

Beijinhos

domingo, abril 3

Encontro com amigas .

Olá
Depois de um fim de semana de alguns excessos,que o corpo neste momento está a dar sinal disso,cá estou de volta...mas como se costuma dizer "dias não são são dias"há que aproveitar a vida o melhor possível.
E para mim uma das coisas melhores é poder estar com as amigas e passar um bom bocado.
Esta semana veio a Portugal uma amiga brasileira que conheci nos blogues a Maiysa e na sexta feira eu e algumas amigas do gang da mama fomos passar a tarde com ela a Lisboa.
Foi mais um encontro onde reinou a alegria e a boa disposição,sempre que estamos juntas é assim e desta vez ir conhecer uma amiga pessoalmente foi ainda melhor,ao longo do tempo que vamos escrevendo nos blogues,vamos ganhando amizade mesmo sem nunca nos termos visto,então quando chega o momento de nos conhecermos não tem explicação...só passando mesmo por isto,e eu já tive a sorte de conhecer muitas amigas pessoalmente e espero ainda conhecer mais.
Sim!!!
Porque eu sou daquelas que não perde um almocinho ou um lanche...costumo dizer não me convidem só para parecer bem a pensar que eu não vou,porque eu vou sempre,só precisam convidar uma vez eheheheh..."fica aqui o aviso".
Como tenho algumas amigas que têm a mania que pertencem ao jet 7,então começaram a gozar com o pessoal da margem sul do Tejo,que moravamos no deserto,isto tudo graças a um srº ministro que um dia resoveu dizer JAMÉ a um aeroporto nesta zona,porque aqui não havia nada,nem hospitais,nem escolas,nada mesmo,quero dizer que um dia tiraram-no do gabinete e de Lisboa de onde ele nunca tinha saido e troxeram-no aqui,ia-lhe dando uma coisinha má,quando viu que afinal aqui existem escolas...hospitais...centros comerciais...cinemas ...teatros e principalmente PESSOAS,então resolveu que afinal mereciamos um aeroporto...quando não sei!!!

Isto tudo para dizer que não temos vergonha de morar no deserto e como o encontro foi em Lisboa resolvemos demonstrar o nosso orgulho e,foi assim que chegamos ao encontro .
Entretanto chegaram mais meninas e aqui está o grupo do deserto com o amigo camelo...nosso meio de transporte até fazerem o aeroporto.
Aqui está a Paula...Madalena...Estela...Natália...Sandra...Rosa...Suzel e a nossa amiga Maysa.
E também temos professoras aqui no deserto,só neste grupo estão seis.


No sábado fui a mais um almoço,desta vez fui conhecer 3 amigas do facebook,resolveram vir passar o fim de semana a Lisboa e lá fomos comer um belo bife á Portugália e passar a tarde a Belém e claro lá marchou um pastelinho de belem que são deliciosos.
É a minha amiga Amalia que veio do Algarve,a Carmen que veio de Gondomar e a Odilia que é de Lisboa...a Odilia é a sogra da nossa amiga do gang...Nat Neves,a Outra.
Como podem ver foi um fim de semana muito bom.


"para quem está á espera de reportagem sobre o encontro do gang...não sei se desta vez irei fazer,é que já começo a ter vergonha de contar tudo o que se passa,há meninas que não têm emenda por mais que eu as envergonhe aqui .