sexta-feira, maio 18

O maior prazer de uma pessoa inteligente é fazer-se de idiota, diante de um idiota que julga ser inteligente


Conta-se que numa cidade do interior um grupo de pessoas divertiam-se com
o idiota da aldeia.
Um pobre coitado, de pouca inteligência, vivia de pequenos biscates e
esmolas.
Diariamente eles chamavam "o idiota" no bar onde se reuniam e
ofereciam-lhe a escolha entre duas moedas: uma grande de 400 REIS e outra
menor, de 2.000 REIS.
Ele escolhia sempre a maior e menos valiosa, o que era motivo de risos
para todos.
Certo dia, um dos membros do grupo chamou-o e perguntou-lhe se ainda não
havia percebido que a moeda maior valia menos.
'Eu sei' - respondeu o tolo - 'Ela vale cinco vezes menos, mas no dia em
que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e nunca mais irei ganhar a
minha moeda'.

' O maior prazer de uma pessoa inteligente é fazer-se de idiota, diante de
um idiota que julga ser inteligente'


Sem comentários:

Enviar um comentário

Amo quem chega trazendo Carinho, Sorrisos, Alegria e Paz para a nossa Vida.