quarta-feira, junho 20

Não se esconda atrás de um falso sorriso.
 Você tem o direito de não estar bem.
"Paulo Coelho "

sexta-feira, junho 15

DA FELICIDADE
Quantas vezes a gente, em busca da ventura,
Procede tal e qual o avozinho infeliz:
Em vão, por toda parte, os óculos procura
Tendo-os na ponta do nariz!

Mário Quintana


" Mais vale um silêncio certo, que uma palavra errada...
Demora naquilo que você precisa dizer...
Livre-se da pressa de querer dar ordens ao mundo.
Em muitos momentos da vida
o silêncio é a resposta mais sábia
que podemos dar a alguém.
Hoje, neste tempo de palavras muitas,
queiramos a beleza dos silêncios poucos."

Pe. Fábio de Melo 

quarta-feira, junho 13

Se fosse fácil, todo mundo saberia explicar como fazer. 
Viver não é assim tão simples, mas que a gente complica, não há dúvidas.
"Caio F. Abreu"

Nem tudo é fácil! 

 

 

segunda-feira, junho 11

Olá!
Nunca sei o que hei-de escrever ,mas hoje depois de ler alguns comentários apetece-me falar sobre a doença que um dia fez com que eu criasse este blogue.
O cancro da mama.
Não é uma doença nada fácil,tanto a nível físico como psicológico,quando recebemos esta notícia o mundo cai-nos em cima e acredito que todas pensamos..(não vou conseguir passar por isto tudo)Mas a verdade é que conseguimos,choramos,vem a revolta,a tal pergunta1
Porquê a mim?
Mas a verdade é que perante uma situação tão dificil,vamos arranjar forças não sei onde ,mas começamos a lutar .a querer "sobreviver",a fazer tudo o que os médicos nos mandam.
No meu caso durante quase dois anos parece que andei anestesiada,a minha vida foi passada em hospitais,como entretanto me apareceu o cancro na tiroide ,era raro o dia que não ia ao hospital,foram muitos exames,muitos tratamentos,cirurgias,não foi fácil.
Se pensei em desistir?
Sim!!!
Também pensei nisso ,mas só uma vez,sentia-me tão em baixo fisicamente que não fui fazer as análises ao hospital,felizmente eles estavam atentos e telefonaram-me a dizer porque não tinha ido,nesse dia estava revoltada e disse que não ia fazer mais nada,mas o meu marido lá me convenceu a ir no outro dia,tive uma conversa com as enfermeiras de oncologia e nesse dia compreendi que esta não era uma boa opção e tinha mesmo que fazer tudo o que me diziam e lutar.
Sempre tive muito apoio,tanto da familia como do hospital,embora nem sempre tenha compreendido isso,hoje ao ler o comentário de uma amiga que está a passar pelo mesmo e que diz que ninguém a compreende ,talvez eu tenha sido um pouco brusca com ela,também eu não a compreendi logo,só depois precebi que havia ali muita dor,medo  e revolta, passou-se o mesmo comigo,não é que por vezes ninguém nos compreenda,nós é que estamos tão fragilizadas que não tentamos ver que cada pessoa reage á sua maneira,nem sempre ouvimos o que queremos nessa altura,achamos que o mundo se virou todo contra nós,mas os nossos familiares também sofrem muito com tudo isto,hoje compreendo que não podemos ser tratadas como coitadinhas,temos que erguer a cabeça e lutar.
A mesma amiga dizia como podemos viver com uma espada apontada ás costas?
Não é fácil,como costumo dizer o cancro pode ter passado,mas o medo fica sempre,sabemos que a qualquer momento ela pode cair,mas será que isso não acontece com toda a gente?
Quantas pessoas minhas conhecidas que estavam cheias de saúde quando me apareceu a doença e hoje já cá não estão.
É assim a vida!
Nem sempre é fácil,mas temos que ser otimistas e pensar que ter cancro não significa o fim,hoje em dia felizmente existem muitos medicamentos que nos ajudam a ir vivendo com qualidade de vida e ter esperança que um dia descubram a cura.
Para todas as pessoas que estão agora a começar esta luta ,nunca pensem em desistir,a vida é linda.
Beijinhos.


sábado, junho 9

Eu já quis que o destino me surpreendesse
Hoje eu só espero que ele não me decepcione.
"Caio Fernando Abreu."

 Blog de korrerya :korrerya - Um pouco de tudo, O destino de cada um

sábado, junho 2

Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas.

Antoine de Saint-Exupéry