quinta-feira, setembro 26

(...)`A luta pela sobrevivência’, ‘o peso do cotidiano’, ‘a carga das responsabilidades’. Mas não me satisfazem.
Nenhuma luta haverá jamais de me embrutecer, nenhum cotidiano será tão pesado a ponto de me esmagar, nenhuma carga me fará baixar a cabeça
Quero ser diferente.Eu sou.E se não for, me farei."

(Caio F.Abreu)



1 comentário:

  1. Bela ...fantástica mensagem querida amiga...bom dia!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar

Amo quem chega trazendo Carinho, Sorrisos, Alegria e Paz para a nossa Vida.