quarta-feira, outubro 23

                                                   Tempo de esperas...

O mundo anda tão apressado que só de falar em esperar já causa urticária.
Imagine então pedir para “esperar com paciência”, aí então, nem pensar.
Talvez esteja ai a grande porta de problemas que abrimos na nossa vida.
Queremos tudo para o agora, já não conseguimos esperar pelo amanhã.
As mãos suam, a pessoa treme, a ansiedade vem e cria o pânico.
Por isso tantas “síndromes”, tantos medos.
Queremos tanta coisa ao mesmo tempo que na verdade não queremos nada.
Volta e meia estamos apenas fugindo de nós mesmos. Queremos o amor eterno hoje!
Queremos que o amor se renove sempre, pois amanhã já cansou.
Assim descartamos tudo, amigos, trabalho, amores, roupas, palavras e até religiões.
Por isso vemos alguns correndo ali onde dizem que “chovem milagres”.
Amanhã esse mesmo grupo já está em outro lugar, pois ali tem tempestades de milagres.
E as dores da alma vão aumentando, nada consola, nada preenche.
O que falta? Tempo para viver o simples. Andar descalço no parque.
Tomar sorvete com amigos, numa tarde qualquer.
Caminhar pela chuva lembrando a infância.
Buscando Deus para agradecer, não para reclamar, ou pedir, pedir…
O Apóstolo avisou:
“E assim, esperando com paciência, alcançou a promessa.”
Tenha calma.
Determine os objetivos e tenha paciência, faça o caminho como se deve: um passo de cada vez.
Assim, sem pressa, você chega antes ao sucesso que desejar.
Acredite em você e na simplicidade da vida.

"Paulo Roberto Gaefke"

2 comentários:

  1. Que lindo texto falando sobre o tempo!!
    Abraços.Sandra

    ResponderEliminar
  2. Boa noite Natália.
    É a paciência é uma virtude dos sábios.
    Vamos viver o simples,concordo plenamente.
    Uma ótima quarta-feira.

    ResponderEliminar

Amo quem chega trazendo Carinho, Sorrisos, Alegria e Paz para a nossa Vida.