domingo, setembro 18

Testemunho 2016

Escrevi este testemunho em 2008 a pedido de algumas amigas.Em 2013 voltou a ser atualizado.
Como há dias em conversa com uma amiga falei deste testemunho e como ela ainda não o tinha lido,hoje resolvi actualizá-lo e publicar para quem não me conhece ficar a saber um pouco mais sobre mim.
O meu testemunho
Ano 2008
Hoje resolvi deixar aqui um testemunho sobre o que se tem passado comigo.
Para começar devo dizer que eu e os hospitais somos tu cá tu lá,nos ultimos cinco anos enquanto a maioria faz as malas para viajar ,eu faço para passar uns dias no hospital,em 2004 fui operada á barriga.  tirei utero e ovários foi tudo passear.Como sou uma rapariga cheia de sorte as outras mulheres geralmente ao fim de oito dias estão a recuperar bem,eu voltei para o hospital,deixaram-me uma veia mal "soldada",tive que estar um mês em casa na cama em repouso por causa das hemorragias,no ano seguinte fui operada ás duas mãos ao canal carpio.
Em 2007 comecei a sentir-me muito doente fiz exames a quase tudo,montes de análises e não se descobria nada,foi-me diagnosticada uma depressão.Afinal essa é a doençã da moda,quando não sabem o que temos ou é depressão ou virose.
Nesse ano fiz a mamografia de rotina no dia 30 de Outubro de 2007,era para ir sózinha pois o meu marido tinha que ficar com o meu neto que estava doente,mas o meu filho mais novo e a minha nora como estavam de ferias foram comigo ,deixaram-me na clinica e foram dar uma volta e eu depois ia ter com eles ao carro,estava tranquila,aliás como ia sempre,fiz a mamografia e fiquei à espera para fazer a eco,mas comecei a estranhar as outras senhoras irem á minha frente,entretanto chamaram-me para repetir a mamografia,mas desta vez muito mais apertada do que era normal,aí o meu coração disparou,e sentiu muito medo,a tecnica disse-me para não estar assustada ,mas quando o medico me chamou para fazer a eco e quando entrei no consultório ele estava á porta á minha espera,olhei para a cara dele e vi logo que algo não estava bem.
Perguntei-lhe...Doutor há problema,ele foi muito sincero comigo e disse logo que sim e não era para eu descansar,tinha que ir já ao médico,escusado será dizer que sai de lá a chorar,na altura só pensei duas coisas,que não ia ver o meu menino crescer e como ia dizer á minha Mãe e o que seria dela sem mim,sou filha unica,chorei até ao carro,as pessoas ficavam a olhar para mim na rua,mas eu não conseguia evitar,quando me sentei no banco do carro do meu filho não consegui sequer falar,é claro que eles também ficaram em estado de choque.
Cheguei a casa tive que me fazer forte,nunca deixei o meu menino me ver chorar,nem sem cabelo,quero que ele tenha sempre a recordação da avó Natália alegre.
A partir dai começaram os exames as consultas,o tumor era muito pequenino,o medico dizia que não devia precisar de quimio,todos os medicos se admiravam como aquele medico da mamo+eco,tinha descoberto uma coisa tão pequenina,nunca se conseguiu encontrar com a palpação,estava debaixo do mamilo e tinha 9 milimetros.
Fui operada em janeiro de 2008,entrei muito confiante para a cirurgia ,não sabendo o que me esperava.,no dia seguinte o medico foi falar comigo e disse-me ...
Natália desta vez fui bem enganado o teu tumor era muito pequenino mas é mau tinhas 3 gânglios já infectados e tiramos-te 11 debaixo do braço,mais um balde de agua gelada que eu levei,e mais choro,entretanto veio também a assintente dele falar comigo e perguntou-me se eu queria assistência psicologica eu disse logo que sim ,ela falou com a psicologa e passado pouco tempo comecei logo a ser seguida. e a partir daí tenho tido sempre acompanhamento psicológico,em Fevereiro fui para oncologia a primeira coisa que vi o medico escrever foi..MAU PROGNÓSTICO.
Comecei logo os tratamentos,6 sessões de quimio,30 de radioterapia e um ano de herceptin,comecei logo a tomar os comprimidos dos cinco anos o Aromasin,pois o meu caso era mesmo muito grave.
Entretanto como os meus marcadores tumorais não desciam o oncologista desconfiou que eu podia ter cancroem mais algum orgão sem ser a mama.
Fiz  tacs e ressonâncias a varias coisas, não acusava nada,então fui fazer uma PET ao IPO (exame de corpo inteiro) para descobrir se havia celulas malignas nalgum sitio,e novamente recebi um novo balde de agua fria,tinha cancro na tiroide ,
Em Outubro do mesmo ano ainda a fazer tratamentos para a mama fui operada,Tirei a tiroide .
Passei muito  muito mal nessa cirurgia. Foi um dos piores dias da minha vida,as veias rebentavam,inchei toda,estava muito fragilizada e cansada devido aos tratamentos da mama .Estive quase para ser ligada á máquina,mas lá me aguentei,tanto eu como a minha familia pensaram que naquele dia eu mo****,não gosto de dizer a palavra. 
Em Fevereiro de 2009 estive três dias em isolamento no I.P.O.de Lisboa a fazer iodo radioactivo para eliminar qualquer resto que pudesse ficar da tiroiede.
Terminei os tratamentos da mama em Março de 2009.
Em Maio apareceram dois sinais nas costas,mais uma cirurgia ,o prognóstico era cancro da pele,mais um susto pois o meu Pai faleceu de cancro de pele.Graças a Deus desta vez deu negativo.
Os meus marcadores tumorais nunca andam bons,mas já se chegou á conclusão que é mesmo o meu corpo que é assim, agora faço analises e tanto podem estar altos como na próxima análise já podem estar baixos,mas todos estes problemas me levaram ao fundo do poço, no meio disto tudo veio uma grande depressão que demorei muito tempo a admitir que tinha,além das consultas de psicologia tive que também começar a ser seguida em psiquiatria.
Neste momento sinto-me bem ,com a ajuda de dois anti depressivos por dia e mais um xanax de manhã e outro à noite. Mas uma ajuda que para mim foi a melhor coisa que me aconteceu,foi ter entrado neste mundo virtual,que para mim é muito verdadeiro e ter feito um blog,encontrei tantas amizades que nunca me passou pela cabeça que isto me viesse a acontecer,as vossas visitas,o vosso carinho,os vossos comentarios,são a razão de eu me levantar todos os dias bem disposta e aqui passar tanto tempo.
Atualização
Depois do que aqui escrevi em 2009 quero dizer que em maio de 2010 voltei a apanhar um susto,fui fazer uma mamografia e eco e a aparecia umas sombras e a medica disse-me que na opinião dela era uma recidiva,fiz uma ressonância magnética e Graças a Deus tudo não passou de mais um susto.O que aparece são efeitos da radioterapia.

Em março de 2011. fui ao IPO fazer uma ecografia á tiroiede e sai de lá mal disposta ,tive que me sentar na sala aos vomitos,tal foi o nervoso.
Como todas as que passaram por um cancro sabem que nestes dias de exames andamos sempre nervosas.
Quando fui fazer a eco,não era o medico que me costuma fazer ,era uma menina novinha...começou a fazer a eco e eu que estou sempre alerta a tudo o que fazem e aos apitos da maquina ... "até parece que percebo alguma coisa daquilo"...comecei a notar que ela demorava muito tempo,depois mandava-me virar a cara para um lado e para o outro,o que não é normal,a seguir demorou muito tempo do lado esquerdo e perguntou-me de que lado tinha tido o tumor...ufaaaa, .´comecei logo a imaginar coisas,depois foi até á orelha e começou a fazer-me a eco naquela parte do pescoço e da cara,eu já só rezava e pedia a Nossa Senhora de Fátima para estar tudo bem. 
Acabou a eco e disse-me ...não se levante ainda que eu vou chamar o meu colega para ele ver...danou-se... aí é que me ia dando uma coisinha má,ela olhou para mim ,devia ter visto bem em que estado eu estava,e disse...Não se assuste ,é que eu ainda sou nova nisto...lá veio o medico que me costuma fazer as ecos,esteve a ver-me outra vez o pescoço e lá esteve a explicar á menina com todos os pormenores o que ela tinha visto...estava tudo bem,eram tudo coisas normais.
Eu sei que os tecnicos e medicos têm que fazer estágio e aprender...MAS ERA PRECISO SER COMIGO? 
Em agosto de 2008 voltei novamente ao bloco operatorio desta vez para tirar uma mancha que me apareceu na face e que felizmente também era benigno.
Outubro de 2013
Está tudo bem comigo Como já fez os cinco anos da cirurgia à mama passei a ser vigiada em oncologia só de ano a ano. Já terminei o Aromasin(o tal comprimido dos cinco anos) Quanto à tiroide faz este mês cinco anos que fui operada,tive alta do IPO e voltei para o Curry Cabral (hospital onde era seguida).Continuo a ser seguida em psiquiatria,mas aos poucos fui retirando a medicação,já só tomo um anti depressivo fraquinho por dia. Continuo a ser seguida em psicologia,todos os meses tenho uma reunião com a minha psicóloga Drª Fatima Lourenço e com um grupo de amigas, Uns meses choramos,outros rimos,recebemos apoio das outras amigas e tentamos sempre dar apoio e carinho ás que chegam de novo.
Sou uma pessoa alegre ,aqui sou como na minha vida,ao pé de mim ninguem está triste,eu é que dou força á familia e á minha Mãe,que a unica mágoa que vou sentir sempre é ter-lhe dado este desgosto e por a ter feito passar por isto tudo,embora escondendo tudo o que podia ser escondido. Havia mais coisas para contar,os medos as incertezas quanto ao futuro.o sofrimento!!!!Mas por agora chega .

Setembro de 2016
Cancro da mama
 Depois deste testemunho já passei por mais um susto.É isto que se passa na vida de um doente oncológico.Nunca andamos descansadas.
Continuo com a consulta de oncologia anualmente.
Em março de 2015 tive consulta e estava tudo bem mas em julho apareceu um nodulo na mama operada,mostrei á medica que me mandou logo fazer exames ,felizmente desta vez era benigno,só precisa ser vigiado.
                                             Cancro da tiroide
Durante estes 8 anos nunca me deu problemas,sempre andei descansada mas,em Dezembro de 2015 tive consulta e pela 1ª vez vi no olhar da medica que se passava alguma coisa com as analises .
Os resultados estavam todos alterados o que para quem já não tem tiroide pode querer dizer que anda por aqui alguma coisa estranha.Perguntei à medica o que poderia ser mas não me disse ,marcou-me mais exames.
Fui fazer uma ecografia e repetir analises.
As analises continuavam iguais e a eco mostrou uma massa no lado esquerdo do pescoço que não se consegue perceber muito bem o que é.( pode ser só gordura)
A minha medica levou o meu caso a reunião e ficou decidido diminuir a medicação e esperar 6 meses para voltar a repetir os exames.
Passado esses meses repeti tudo e os resultados continuam iguais.
Mais uma vez foi tudo para reunião e ficou decidido que vou fazer  novas analises mas desta vez vai nem outro laboratório  fora do hospital .
Entretanto estou a aguardar a autorização do hospital e a marcação das analises.
Mas a burocracia neste país é terrivel e está a demora a resolver as coisas .

Se os exames continuarem iguais vou ter de fazer uma cintigrafia para ver  se o  bicho está instalado em algum sitio.

Falei com a medica para esclarecer algumas duvidas ,o que me foi dito é que quando aparecem essses resultados nas analises é sinal que devo ter alguma metástase por aí escondida e se assim for terei que fazer novamente o iodo radioativo.
Vou aguardar com serenidade mas confesso que não me apetece nada estar mais três dias isolada num quarto de hospital.
Apoio no hospital
Entretanto continuo com consultas de psiquiatria Com tanto susto e alguns desgostos que tenho tido a medica não me dá alta ,continuo com um anti depressivo "fraquinho" todos os dias.
Também continuo em psicologia com as reuniões mensais com a minha psicológa e com o meu grupo de apoio.
Um grupo maravilhoso onde encontramos muito apoio e como mais velhas no grupo recebemos as mais novas que estão agora a começar a lutar contra esta doença .
A vida não é fácil
Em agosto de 2014 faleceu a minha querida mãe .Saí da casa dela ás 16 horas e estava bem,quando era 17 e 30 liguei-lhe e como não atendeu o telefone nem o telemóvel fui lá a casa e encontrei-a no chão do quarto já sem vida.Foi terrível.É um dia que nunca me sai do pensamento.
Em Junho de 2015 partiu também a minha melhor amiga,minha mana  do coração,a minha querida Teresa.
                                                             Familia
O meu suporte e a minha força nestas lutas diárias.
Já tenho três netinhos,um com 10 anos que está comigo todos os dias desde que entrou para pré primária aos 4 aninhos e este ano já está no 6º ano,sou eu ou o avô  que todos os dias o vamos levar e buscar á escola,tenho uma menina com 5 aninhos e o pequenino com dois anos e meio.
São a minha alegria.

Blog
Entretanto estive um ano ausente do blog .
Foi aqui que conheci muitas amigas do peito e do coração,eramos todas mulheres que tinhamos em comum o cancro da mama.Entre nós criou-se uma grande amizade  .
A pouco e pouco foram todas mudando para o facebook.

Criei lá um grupo privado  para irmos sempre tendo contato,para partilharmos as nossas dúvidas ,marcarmos os nossos encontros que são sempre encontros muito emocionantes.
Por incrível que pareça raramente falamos de doença nos nossos encontros.Somos todas muito alegres .Costumo dizer que deve ser da medicação que fazemos.Fica tudo doido eheheh.
Voltando á minha ausência do blog  .
Nesse grupo eramos cerca de 100 mulheres.O ano passado faleceram algumas amigas muito queridas.
Foi um ano terrível !
Cada vez que vinha ao blog chorava porque foi aqui que tudo começou .Só me apetecia escrever sobre a tristeza que sentia e como penso que isso ia aborrecer quem por aqui passava,preferi parar um tempo.
Outubro 2016

Já fiz as analises da tiroide .foram feitas em dois laboratórios diferentes para poder comparar os resultados.
Já recebi os resultados e está tudo bem.
Foi mais um susto ,dos muitos que tenho apanhado nestes quase 9 anos.
Estou de volta
 Voltei para escrever sobre o aniversário do blog da minha querida amiga Roselia e fui ficando por aqui.
Estou a adorar e agora é para ficar.
Quero agradecer a uma amiga muitoi especial ,a nossa querida Chica que quase todos os dias nos faz "Botar a cabeça a funcionar"com as suas brincadeiras e a não pensar em tristezas.Isso tem-me ajudado  muito.
Obrigada Chica.

Sou feliz

Apesar de tudo o que tenho passado sou muito feliz e continuo a ser uma pessoa alegre.
Quem estiver perto de mim nunca está triste.

Obrigado pelo vosso carinho pela vossa amizade e pela ajuda que me dão todos os dias. .....
                                                               Beijinhos.

12 comentários:

  1. Boa Tarde, querida amiga Natália!
    Estou emocinada uma vez mais pois ouvi tudo isso ao vivo de sua voz sempre alegre... tem uma série de qualidades que percebhi em você, não daria para enumerar todas mas seleciono algumas: vc é mesmo alegre, digo até que super alegre e otimista!
    A vida nos faz fortes quando atravessamos muitas tribulações... sei bem disso!
    Mesmo frágil, como mulher, vc enfrenta Deus e o mundo de pé... que maravilha, querida amiga!
    Um grande exemplo pra todas nós se tivermos que passar por isso um dia...
    Oxalá não precisemos!
    Vc tem um bom humor invejável e nos faz a todos rir com suas piadas e sátiras simpáticas... relaxou geral o nosso grupo cheio de emoções e de uma carga forte de impulsos relativos ao novo que estava nos acontecendo... Adorei tirar aquela foto nossa comendo a batata do bacalhau a murros... ficou bem legal e expressa bem como vc é... sugere alegria pelos poros...
    Tem tudo de bom para estar em grupo e aidna ajuda muitas mulheres na luta contra o câncer...
    Só quem já perdeu uma pessoa da família é que pode saber a dor que é...
    Meu filho já teve na tireoide e tem um que não sabemos o que seja ainda e esperemos em Deus que não seja maligno, no fígado...
    Ore por ele também... por caridade...
    Fico feliz por participar vc de um grupo de apoio e ajduar aos demais amigos que necessitem do seu carisma tão extrovertido pela necessidade...
    Fique na paz e se divirta pois a vida lhe é dada para sabore-á-la, como vc bem faz!
    Bjm muito fraterno e agradeço a Deus por tê-la conhecido pessoalmente... é uma dádiva viva a nós todos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida amiga.
      Neste momento também não sei se terei alguma metástase e onde estará.
      Vou rezar pelo seu filho como rezo por mim.
      Vai estar tudo bem amiga.Deus e Nossa Senhora de Fátima estão a olhar por nós.
      Beijinhos.

      Eliminar
    2. Obrigada, minha querida pelas orações... Deus nos abençoe! Bjm

      Eliminar
  2. Natália, sei bem o que significa esse tratamento todo! Confesso que nem aguentei ler tudo pois chega a me dar arrepios em pensar tanto e tanto já passado! Aqui em casa estamos há anos nessa luta. Ora alegrias, ora medos e a cada revis~çao, o coração bate, parece sair pela boca!

    Fico feliz, MUITO FELIZ, que tenhas voltado ao teu blog.

    Senti saudades tuas por demais e que bom que consigo te ajudar...Isso me dá mais ânimo e alegria! Eu é que te agradeço!!! Obrigadão! beijos, linda semana,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Amiga!
      A vida de quem tem ou teve esta doença nunca mais é a mesma mas,entre medos e alegrias vamos vivendo um dia de cada vez .
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Querida Natália
    Ao ler o seu depoimento fui me emocionando e fiz uma volta ao passado. Essa moléstia já arrancou de mim várias pessoas da minha família. É doloroso e sofrido passar por tudo isso mas Deus na sua infinita bondade não há de permitir que haja outra metástase. Minha querida que você tenha sempre muita força e muita fé e que nunca perca essa alegria de viver
    E aqui estamos a te apoiar. Se um dia precisar pode contar comigo para uma palavrinha de carinho e apoio
    Agradeço-te por partilhar tua individualidade conosco
    Seu gesto só me faz admirá-la ainda mais
    Uma semana de muitos abraços, muitos sorrisos e muita paz
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo apoio querida Gracita.
      Infelizmente também tenho uma história familiar (principallmente do lado paterno)com muitos casos desta doença.
      Beijinhos e boa semana.

      Eliminar
  4. Oi Natália!Lendo agora , o teu blog fiquei sabendo dos teus problemas de saúde ,perdas e dores. triste mas, tu és uma pessoa forte,alegre que sabe levar a vida e dá exemplos.Que Deus te abençoe.e superes isto.Beijo ,linda semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Arlete.
      Ás vezes não nada fácil mas vou fazendo os possíveis para nunca desanimar.
      Isso é o pior que pode acontecer a quem tem essa doença.

      Beijinhos e boa semana

      Eliminar
  5. Boa noite Natália,
    Foi com muita emoção que li o seu testemunho e já me conhece: os meus olhos tão a lacrimejar!
    É muito amiga, muito mesmo, o que tem passado!
    Não tenho palavras que possam transmitir-lhe tudo o que estou a sentir neste momento!
    Uma coisa posso afiançar-lhe como dizemos aqui: depois de a conhecer graças ao maravilhoso encontro com a nossa amiga Rosélia prometi a mim mesma mudar. Fui sempre tão lamechas...
    Consigo aprendi a relativizar as situações e enfrentar a vida de uma forma mais positiva!
    No almoço que não esquecerei já pude testemunhar o quanto é forte, alegre, positiva e encorajadora. Uma MULHER de armas!
    A Net, depois de eu estar aposentada, tem sido uma preciosa ajuda na minha vida no contacto com queridas amigas como a Natália.
    Fiquei muito feliz por ter regressado ao Blogue e fez muito bem em partilhar a sua historia de vida.
    Um grande exemplo que me fortalecerá!
    Bem haja, querida Natália!
    Que Deus a continue a abençoar e a fortalecer!
    Beijinhos grandes!
    Emília

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já sabe: pode contar comigo no que estiver ao meu alcance. Bjs e uma noite descansada.

      Eliminar
    2. Obrigada Ailime.
      O objetivo destes testemunhos e há por aí muitos (alguns de amigas minhas) é poder ajudar quem passa por isto.
      Temos que ser fortes,só assim conseguimos lutar com algo tão mau como esta doença.
      Beijinhos e obrigada pelo apoio.

      Eliminar

Amo quem chega trazendo Carinho, Sorrisos, Alegria e Paz para a nossa Vida.