segunda-feira, dezembro 10

IX Interação Fraterna de Natal. 
É Natal e como acontece todos os anos a amiga  Roselia  me fez o convite para participar na Interação de Natal que eu aceitei com muita alegria.

♥ Obrigada querida amiga ♥

Natal é a festa do Amor

Natal, é beleza, é o momento da redenção, da Fé, do perdão, de lembrar dos esquecidos, dos desesperados, de enxergar além do próprio umbigo. 
É Natal… As ruas iluminam-se com muitas luzes, como se houvesse magia…
É uma época de sonho e encanto para adultos e crianças !

Mas será este o Natal da Festa do Amor ?

Muitos de nós ainda guardam as  recordações de infância em que o Natal era diferente.

Era uma época especial em que se reunia toda a família e onde reinava  o convívio e o amor.

Actualmente, pouco vemos desse Natal de antigamente ,hoje é mais uma data festiva, essencialmente marcada pelo consumismo desenfreado. 
 E assim vamos deixando que se perca o verdadeiro espírito de Natal.

O verdadeiro sentido do Natal é a alegria de partilhar com os outros a boa notícia: 

“Deus amou de tal modo o mundo que lhe entregou o seu Filho...”. 


É algo muito grande. Ele nasceu para todos; não é só de alguns privilegiados. 

É para todo o mundo. 

Ninguém fica excluído do seu amor. 


Eis a beleza e a alegria do Natal em palavras do Papa Francisco: 
“ A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus."

Quantos se deixam salvar por Ele e são libertados do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento

Com Jesus Cristo renasce, sem cessar, a alegria”.

Outra caraterística do Natal é a dimensão familiar tão ternamente representada pelo presépio em que sobressaem as figuras de José e Maria com o menino deitado na manjedoura, rodeado de alguns pastores e animais. 

O Papa Francisco sublinha com vigor esta ternura:

“Maria é aquela que sabe transformar um curral de animais na casa de Jesus, com uns pobres paninhos e uma montanha de ternura.

Ela é a serva humilde do Pai que transborda de alegria no louvor...  Sempre que olhamos para Maria, voltamos a acreditar na força revolucionária da ternura e do afeto”.

Mesmo no meio da pobreza, o calor da ternura faz maravilhas!

A celebração do Natal de Cristo terá de se traduzir em atitudes, gestos e ações de partilha e de solidariedade com as pessoas e as famílias mais necessitadas sobretudo nestes tempos de crise.


"Cuidemos uns dos outros com amor e ternura!"
Não há Natal sem fraternidade e solidariedade 

“Há mais alegria em dar do que em receber”... disse Jesus.

Não deixemos que nos roubem a ternura e a alegria do Natal de Cristo. 
Sentido Natalino

Ah, se os homens compreendessem,
o sentido real do Natal,
se todos se amassem com igualdade,
tivessem o amor, a caridade,
o mundo não seria tão desigual.

Natal, é quando você ora,
quando dobra os joelhos e chora,
as lágrimas do seu irmão,
que passa por você e mendiga,
um teto, um pedaço de pão.

Natal, é nascer todo dia,
é doar-se em gestos de amor,
é ser o sol que aquece,
ao irmão que adormece,
sem teto e sem cobertor.

Natal, é ser o acalento,
da criancinha faminta,
que lhe estende a mão,
com os olhos marejados,
ela suplica calada,
um pouco do seu amor.

O Natal, é todo dia,
quando se dá alegria,
quando você é uma luz,
iluminando os caminhos,
de todos os seus irmãos.

Natal, é viver plenamente,
em comunhão com Jesus,
Natal, é ajudar seu irmão,
a carregar sua cruz,
esse é o Natal verdadeiro,
é esse, o Natal de Jesus. 

"Poema retirado da net"